Miscelânia


Atualiddaes

  • Coração de baleia azul é exposto em museu

    O coração da baleia azul é o maior do reino animal. Raramente estudado, este órgão foi naturalizado pela primeira vez pelo Royal Ontario Museum de Toronto. É muito raro encontrar carcaças de baleias azuis, por um motivo bem simples: seus corpos afundam no fundo do mar quando morrem. Quando isto ocorre, suas carcaças se transformam em verdadeiros ecossistemas nos quais uma grande variedade de organismos encontra alimento abundante e abrigo. Porém, em 2014, duas baleias azuis sufocaram presas sob uma espessa camada de gelo e os seus corpos encalharam nas margens do rio Trout, no Canadá. O coração de uma delas foi extraído e estudado. Primeira surpresa, o coração de uma baleia azul é menor do que se pensava. Mesmo assim ele pesa aproximadamente 180 quilos podendo bombear 214 litros de sangue por segundo.
    Este órgão pouco conhecido foi em seguida naturalizado durante um processo que durou três anos. O coração foi inicialmente congelado, depois tratado quimicamente para evitar que apodrecesse. Em seguida ele foi enviado para a Alemanha com o objetivo de passar pelo processo de plastinação. Pintado e fixado na sua forma original, ele foi enviado de volta ao Canadá em maio de 2017. Desde o mês de julho, o maior coração do mundo está em exposição no Royal Ontario Museum.
    A baleia azul é considerada como espécie ameaçada pela IUCN.

    Texto traduzido e adaptado do jornal Le Monde.

    Ver online : Maior coração do mundo exposto em museu